Os magníficos desenhos de BRUNO KULCZYNSKI. Um dom é um dom, né mores?

ARTE, BISCOITO FINO, COOL Leandro Marques 19 setembro 2017

Fotos: Matheus Ribeiro

Desde que se entende por gente ele desenha. Ainda criança ele brincava com as cores como quem brinca num parquinho num dia de sol. Seus desenhos e ilustrações cativam e chamam atenção, encante-se com os traços e cores de Bruno Kulczynski.
>

Com aparência europeia, pele e cabelos claros e um sobrenome que me faz “catar feijão” pra escrever, engana-se quem pensa que Bruno Kulczynski não é nascido e criado em Campo Grande. Ele é sim, tá linda?

Artista talentoso, criador de desenhos e ilustrações que encantam, Bruno teve as cores como um de seus brinquedos na infância. Reproduzindo personagens de quadrinho ou animações, não demorou muito para ele começar a desenhar suas próprias histórias e personagens.
>

O desenho é algo que trago de infância, era uma diversão tanto quanto jogar vídeo-game ou outra brincadeira pra mim e que agora busco exercer profissionalmente, seja através de encomendas ou produção autoral”, conta.

 

>
>>

>
Bruno é Arquiteto, escolheu a faculdade aproveitando sua habilidade nata com o desenho e afins. Ele poderia ter feito artes? Podia!… Mas ainda muito jovem, não tinha muitas informações sobre a graduação, nem sabia se teria mercado em Cegê para trabalhar e exercer todo seu talento. “De qualquer forma, a curso de arquitetura dá muita bagagem e hoje acho que consigo unir essa formação e o trabalho com ilustrações quando preciso criar uma arte especifica para algum ambiente”, diz.

O tempo passou, dez anos de formado, hoje sua arte grita, fala alto e atrai olharess criativos, curiosos e sedentos por coisas belas.

Sobre os temas que gosta de abordar, ele vem desenvolvendo artes relacionadas ao  mundo náutico/marítimo: marinheiros, sereias, barcos, âncoras, etc,  e toda simbologia que esses elementos carregam, dando margem a criações das mais simples até as mais surreais – pela relação que a psicanálise faz do inconsciente (onde estão guardadas nossas emoções, sentimentos e desejos mais profundos) com o oceano.

 

>

>
>>

Balaio – Bruno, como funciona seu processo de criação? Quais materiais mais usa?

BK – Uma ideia pode surgir a partir de uma circunstancia prática como no caso de um trabalho por encomenda, com suas próprias especificidades, ou até por trechos de letras de música e outros textos que podem ser o gatilho para uma ou várias novas inspirações. O importante é que independente da finalidade sempre tento colocar algum elemento autoral que situe aquele trabalho no meu universo criativo.

Sempre usei o papel e a lapiseira como principais ferramentas porque gosto de ver o resultado rápido do traço e com o tempo agreguei e experimentei novos materiais como a aquarela, a tinta a óleo, o giz pastel… Mas atualmente estou produzindo principalmente em mídia digital pela infinidade de recursos que ela oferece ou partindo do papel e finalizando em meio eletrônico. Já quando se trata de um mural, por exemplo, retorno às ferramentas tradicionais na hora da execução final.


>

Detalhe ilustração feita para marca de roupas CANARITO

>

 _Arte versus arquitetura, como você concilia suas atividades como ilustrador e arquiteto?

_Na verdade faz exatamente um ano que venho me dedicando especificamente ao trabalho como ilustrador, desde que saí do meu último trabalho fixo e enxerguei uma oportunidade em algo que sempre esteve ali, mas que encarava apenas como um hobbie.

Desde então iniciei os trabalhos com encomendas de retratos ilustrados,elaborei uma estampa para a marca Canarito (foto de capa) de Campo Grande que produz peças em colaboração com artistas, sejam amadores ou profissionais, fiz murais em ambientes comerciais (desde bares/restaurantes até lojas e um consultório) e participei da Exposição do SESC MS em comemoração ao Centenário de nascimento do poeta Manoel de Barros juntamente a outros artistas locais – meu primeiro trabalho institucional com maior visibilidade.

 

_Como e onde podemos ver ou encontrar seus trabalhos? 

_Além dos murais em espaços comerciais e os painéis da Exposição em homenagem ao Manoel de Barros no canteiro central da Av. Afonso Pena em Campo Grande, abasteço minhas redes sociais com novas criações, minha página no FACEBOOK (facebook.com/bkilustra) e meu perfil no INSTAGRAM (instagram.com/portret). Além desses ainda tenho um portfólio virtual na plataforma BEHANCE (www.behance.net/bkilustra8a20).

 

_Algum novo projeto seu, uma novidade a mais que gostaria de nos contar?

Meu projeto mais imediato e ao qual quero me dedicar é aprender a tatuar para trabalhar principalmente com desenhos autorais nas tatuagens, seguindo um estilo próprio. Paralelo a isso venho desenvolvendo trabalhos seguindo a tendência do uso de lettering em ambientes residenciais e comerciais e também planejo desenvolver uma série de ilustrações para uma futura e primeira exposição individual.

 

>

SIGA O BRUNO NAS REDES – Comece pelo Instagram! Olhe um pouco do que tem lá…

 

Comentários